Coisa de Arquiteta: Projeto do quarto da Penélope

quartinho penelope

Como prometido, venho falar com mais detalhes sobre o projeto do quarto da Penélope. A primeira vez que falei com os pais de primeira viagem sobre o que eles tinham em mente para o quarto da bebê, logo deu pra notar um entusiasmo em fazer algo que aliasse personalidade e funcionalidade.

Fizemos uma reuniãozinha no escritório e, no outro dia, fui visitar o quarto para fazer o levantamento fotográfico e de medidas. Me deparei com um quarto com todas as paredes em madeira, janelas e tijolinhos pitorescos e uma luz incrível entrando naquele ambiente. Logo me inspirei.

O segundo passo foi anotar as prioridades para o projeto:

– Decoração sem cara de “princesa”
– Consumo consciente (custo/benefício)
– Uso somente de móveis soltos (facilidade na mudança, se necessário)
– Definição de um bom layout para a circulação
– Adequar o projeto a alguns móveis que foram presente

Partindo desses preceitos, fui colocando o bercinho ali, a poltrona acolá e defini o local de tudo. O quarto ficou amplo. Com espaço de circulação e cantinhos definidos, consegui fazer com que o fluxo berço > poltrona > trocador ficasse o mais livre possível, ainda tendo muito espaço para móveis de armazenamento.

pl baixa

Uma grande dificuldade eram as paredes em madeira. Não conseguiríamos colocar nenhum papel de parede, então pensei em pintá-las com algum padrão. Foi aí que surgiu, digamos, o tema do quarto: a cidade e suas cores. As paredes seriam pintadas de cinza com algumas formas de casinha em grafite, formando um plano de fundo neutro para as cores dos móveis e decoração.

quarto 01

Cinza e azul eram as cores que mais vinham em mente na cabeça da Alinne e do Igor. O cinza já tendo seu espaço no projeto, faltava o azul, então peguei um azul bem escuro da cartela de cores e joguei na parede do berço, formando um céu noturno com muitas estrelas (adesivo de bolinhas).

quarto 03

Emoldurei o berço com dois outros móveis em tom de madeira: o armário Palete superdescolado do lado esquerdo, que vai servir pra colocar as peças de roupas mais fashion da Penélope, que sei que vão ser muitas; e, do outro lado, um criado mudo com uma luminária para dar um clima de aconchego para o soninho dela.

quarto 04

A cômoda que serve de trocador está bem localizada e tem nichos em forma de casinha logo acima, para colocar os produtos que precisam estar sempre à mão na hora da troca de fraldas.

quarto 02

Do outro lado, escolhemos uma poltrona confortável, com uma cor vibrante, e pufes de apoio para os pés e para sentar, além de uma estante para colocar os brinquedos e decoração, que também é bancada, para a mamãe blogueira trabalhar enquanto espera entre uma mamada e outra. :} No futuro, já funcionará como um espaço de estudo.

A decoração sugerida é um charme à parte: cortinas de poá, pufes em crochê, nuvem listrada, letra P iluminada, quadros, bandeirolas e cílios brilhantes são aquelas peças que farão os visitantes se perderem no olhar com tanta fofura.

cartela cor cinza

A escala de cores ficou inusitada, moderna e divertida, com toques lúdicos. Ansiosa desde já para botar a “mão na massa” e darmos vida a este sonho.

cartela cor noite

Um projeto feito com muito amor para a Alinne e o Igor desfrutarem de um momento único, a chegada de um filho. <3

DFB 2016: Babado Coletivo e o Peregrino Solar

Que o cearense é criativo, talentoso, “desenrolado” e batalhador, todo mundo sabe. E quando tantas pessoas com estas e mais um bocado de características boas se juntam para fazer moda, só poderia dar em babado. Um Babado Coletivo!

babado coletivo peregrino solar dfb 2016

O projeto, criado por Hadji Aires, também diretor da marca Ahaze, é um verdadeiro coletivo que estimula a economia criativa. Realizado em datas pontuais e comemorativas, ele reúne marcas autorais cearenses dos segmentos de arte, design, música e culinária.

Ampliando os seus horizontes e dando um passo a mais, o projeto foi convidado para integrar o line-up da 17ª edição do Dragão Fashion Brasil. O diferencial? Um desfile assinado por 14 marcas (são elas: Ahaze, Banana Enjoy, By Rafiusk, Catarina Mina, Ensemble, Expedita, Fia, Fridissima, Le Sergic, Menah, Meu Óculos de Madeira, Mood, Nathalia Canamary e Vovó Quem Fez)!

babado coletivo dfb 2016

Destaque do segundo dia do evento, ele apresentou a coleção Peregrino Solar. Dê o play e fique por dentro de toda história desta apresentação que arrancou suspiros da plateia e encheu os cearenses de orgulho!

Foto: Roberta Braga / Silvia Boriello / Ricardo K

Saúde: Gravidez e obesidade, uma dupla possível

Há uns dias, recebi uma mensagem pelo Instagram que me deixou bem perturbada: uma leitora queria saber quem era minha obstetra, porque sempre que ela comentava com um ginecologista que queria engravidar, era imediatamente criticada por estar acima do peso.

gravidez nome de menina penelope

Durante toda a minha vida ou boa parte dela, eu estive acima do peso. Não tenho nenhuma foto na adolescência magrinha. Sempre foi muito difícil estar na minha pele, principalmente com relação aos médicos. Nunca gostei deles, porque eles sempre arranjavam uma forma de encontrar doença em mim.

“Ah, o joelho está machucado por causa do peso, não porque você caiu de patins”

“Mas, doutor, e o meu pulso, que também está machucado e não melhora, é por causa do peso também?
Ou dá pra gente dizer que foi a mesma queda de patins?”

Tudo que eu tinha, todas as vezes, era, de cara e preguiçosamente relacionado ao excesso de peso. Não havia investigação, só havia observação e preconceito. Gordofobia dentro do consultório – eu sofri.

look-plus-size-gk-saia-bandage-cropped-07

Claro que a obesidade traz muitos problemas à saúde, não estou dizendo que não. Mas nem sempre magreza é sinônimo de saúde, assim como nem sempre gordura é sinônimo de doença.

Tenho consciência do meu tamanho, dos meus limites e das minhas deficiências. Quando quis engravidar, começar a tentar de verdade, não procurei um médico. Fui direto a uma nutricionista, porque eu sei que excesso de peso tem a ver com descontrole hormonal e que tem a ver com infertilidade.

gravidez tess holliday

A modelo plus size Tess Holliday e sua barriga linda que as pessoas insistem em dizer que não enxergam

Também sei que engravidar gorda demais pode acarretar em uma gravidez de risco, com problemas pra mãe e pro bebê, e eu não queria isso. Fui na dra. Raquel Pessoa, ela entendeu meu objetivo, fez uns cálculos e me disse que seria seguro perder pelo menos 10 quilos antes de engravidar. E assim fizemos. Fui em abril, em agosto já estava liberada, em novembro descobri a gravidez com 5 semanas. Foi rápido. Perdendo um pouco de peso, ajudei meu corpo a funcionar melhor. Mas eu não fiquei magra, longe disso.

look-plus-size-vestido-listrado-gk-gravida-2

Assim que engravidei, fui atrás de obstetra. Não tinha indicações e caí em uma que atendia numa clínica que minha mãe frequentava. Segundo ela, todo mundo falava muito bem da médica, era um primor, tinha muitos equipamentos no consultório.

Fiz os primeiros exames e absolutamente todos deram dentro da normalidade, sangue e urina. Ultrassom também ok. Eu e a bebê estávamos bem. Mas a mulher implicou com minha pressão: 12 por 8, que ela disse ser muito alta para uma gestante. Que pressão de gestante tinha de ser baixa. Disse também que eu não poderia engordar demais, porque eu já era gorda. Saí da consulta sem saber o que fazer.

Foto linda da Nanda Costa Fotografia no DFB 2016

Foto linda da Nanda Costa Fotografia no DFB 2016

Os meses foram passando, e a cada consulta, eu tentava me sentir orgulhosa: exames todos perfeitos, 6 meses e apenas 4 quilos extras. Mas a obstetra procurava e procurava motivos pra me botar pra baixo, mesmo sem indício de saúde fragilizada em mim e na Penélope. Exames bizarros e desnecessários, só pra, a cada resultado, ela ver com os próprios olhos que, sim, a grávida gorda estava ótima. Não tinha risco. Acho que ela odiava a mim mais do que eu a ela, justamente pela minha saúde de ferro ir contra toda a prática preguiçosa de medicina dela.

O malvado e assustador Dr. Caligari, do filme ícone do expressionismo alemão "O gabinete do dr. Caligari"

O malvado e assustador Dr. Caligari, do filme ícone do expressionismo alemão “O gabinete do dr. Caligari”

Em 6 meses, nunca consegui conversar sobre parto com essa senhora. Cesarista, calada, antipática e desconfiada. Sempre sentia que estava indo a uma consulta com o dr. Caligari (até rolava uma semelhança física, hehe). Às 25 semanas, consegui encontrar minha atual obstetra, indicada pela Laris.

Perguntou tudo sobre a minha vida, viu todos os meus exames, quis saber se eu sempre tinha sido “uma moça grande”. Quando eu disse que sim, ela só disse que estava tudo bem. E que minha gravidez estava saudável e tranquila, que eu só precisava fazer uns exames finais. Voltei com 29 semanas, cheia de noias, e ela falou com toda a sinceridade do mundo: “Eu não me preocupo com você. Nem um pouco. Sua gravidez não é de risco, você não tem nenhum indicador de que vá ter algum problema. Estou tranquila”.

look-plus-size-gravida-pantalona

Chorei, sério. Ela é, sim, a favor do meu parto ser normal, porque eu não tenho indicadores de pré-eclâmpsia, não tenho diabetes gestacional, não tenho nada. Até no peso ela falou que eu ainda tinha folga pra aumentar com saúde. Eu é que estou com outra nutricionista (agora a Islanne Leal) e acompanhando a alimentação para também não ganhar muito e depois ser mais difícil de perder.

Todo esse textão foi pra dividir minha experiência sendo grávida, gorda e muito, muito saudável. É possível, sim! Mas a gente precisa encontrar profissionais de saúde que vão fazer avaliações reais da gente, sem preconceito, sem pré-julgamento, sem supor que você não vai ser uma gestante maravilhosa por estar acima do peso. Mulheres de todos os tamanhos engravidam. E tem muitas magras que têm problemas, assim como tem muitas gordas que não têm. Cada mulher é diferente, cada organismo é diferente. Mas pra gente vai ser sempre mais difícil – muito mais pelo preconceito do que pelo funcionamento do nosso corpo.

Ah! Tem uma página sensacional no Facebook sobre o assunto: Mãe de Peso. Lá tem depoimento, tira-dúvida, fotos incríveis de partos domiciliares que correram perfeitamente apesar da balança. É inspirador! 

Plus size: Jaquetinha jeans e calça flare

look-plus-size-gk-jaqueta-jeans-calca-flare-destaque

Acho colete jeans uma peça incrível, tem-que-ter, mas que eu nunca consegui usar. Acho esquisito como fica no meu corpo, nos meus ombros largos – cada uma de nós sabe onde o calo aperta.

look-plus-size-gk-jaqueta-jeans-calca-flare-02

Este mês encontrei uma peça que chamou minha atenção de cara: um coletinho jeans com mangas de tecido. Um colete que, na verdade, é uma jaquetinha, um bolerinho, uma peça que eu não só adoro como eu tenho muita facilidade de usar e combinar.

look-plus-size-gk-jaqueta-jeans-calca-flare-oculos

Paquerei, paquerei e, finalmente, esta semana, ele veio morar na minha casa. Escolhi uma lavagem mais escura pro jeans e um tecidinho com estampa de corações coloridos – mas também tem jeans mais claro com estampa étnica, jeans degradê, bem claro, com estampa de coral/fundo do mar.

look-plus-size-gk-jaqueta-jeans-calca-flare-01

Como é uma peça muito diferente e que já traz nela mesma muita informação de moda, é bom combiná-la com outras mais básicas. Blusinha branca, preta, marinho… Uma boa dica é escolher uma cor da estampa pra blusa lisa que vai no look. =)

look-plus-size-gk-jaqueta-jeans-calca-flare-03

Escolhi uma calça flare preta linda, confortável e superestilosa. A modelagem está em alta, alonga o corpo e é elegante. Pra manter o clima cool da jaquetinha, botei um tênis esportivo roxo, que deu um toque despojado e fashionista.

O look é todo da GK. Amei demais! E você?

Espetáculo: Disney on Ice em Fortaleza

A Disney é sempre encantadora, independente da idade, né? E quando o espetáculo é no gelo? Esse é o Disney on Ice, que se apresenta em Fortaleza de sexta (20) a domingo (22), no Ginásio Paulo Sarasate.

dis on ice fortaleza capa

Em um só espetáculo, será possível viajar pelo encantado mundo das princesas Ariel, Bela, Cinderela, Rapunzel, Tiana, Jasmine, Aurora e Branca de Neve, tendo Tinker Bell como guia. Em seguida, entre em cena as irmãs da realeza Anna e Elsa, do Frozen – Uma Aventura Congelante. O público visitará a terra de Arendelle e fará uma jornada pelas Montanhas do Norte na companhia de Olaf e do resistente homem das montanhas Kristoff. Tudo com muita patinação artística, acrobacias e os famosos personagens Mickey e Minnie.

frozen disney on ice

“Antes de imaginarmos este espetáculo, refletimos sobre o que torna as princesas e os heróis da Disney tão especiais”, diz o produtor Kenneth Feld. “Não levou muito tempo para entendermos que todas as princesas têm uma coisa em comum: todas elas embarcam em uma aventura para encontrar o desejo mais sincero do seu coração e, acreditando nele, realizá-lo. Quisemos compartilhar essa mensagem inspiradora com o nosso público, celebrando as histórias destas princesas encantadoras e de seus heroicos príncipes.”

a bela e a fera disney on ice

O Disney on Ice é um conjunto de elementos, como cenários cintilantes, uma iluminação impressionante, coreografias de tirar o fôlego e ainda algumas surpresas. A diretora Patty Vincent ainda destaca um outro elemento essencial: a música. “Um dos momentos mais perfeitos para mim foi quando encontrei a canção ‘If You Can Dream’ (Se você puder sonhar) no álbum Disney Wishes. Ela encarna perfeitamente o tom de desejo e inspiração do espetáculo. Nada se compara a ver as ideias que nascem da sua imaginação se concretizarem – é uma experiência incrível.”

Wardrobe staff sewing sequins on ensamble costume

Outro destaque é o figurino. Inspirado nos filmes originais, eles também têm suas próprias fontes de inspiração. E é calro que a gente se apaixonou por ele, né? Por isso, fizemos algumas perguntas para Amy Stauffer, Head Wardrobe do espetáculo, que contou tudo com exclusividade para o Penteadeira Amarela. Confira agora a nossa entrevista!

Penteadeira Amarela: São muitos personagens juntos, muitas princesas. Quais são os elementos mágicos presentes na peça?
Amy Stauffer: Tinker Bell usa sua magia para trazer pra gente as diferentes histórias. Há surpresas em cada história, incluindo um dragão que cospe fogo!

Penteadeira Amarela: Qual é o maior desafio de trazer um espetáculo tão grande para países tropicais, como o Brasil?
Amy Stauffer: Um dos maiores desafios é o tamanho do espetáculo. Nosso cenário é muito largo, e os locais ao redor do mundo variam de tamanho. Nós temos que ser criativos para apresentar o show. O calor e a umidade também criam muitos obstáculos para nós. Isso afeta muito os nossos equipamentos e figurinos, criando muitos desafios de manutenção.

Penteadeira Amarela: O público daqui é diferente?
Amy Stauffer: Muita pesquisa fez com que o nosso figurino fosse autêntico para cada história da Disney. A magia que eles proporcionam torna o espetáculo impagável. O público brasileiro é sempre muito entusiasmado e barulhento. É muito divertido atuar para ele!

Penteadeira Amarela: Quantas roupas e fantasias existem em todo show?
Amy Stauffer: Temos mais de 1.000 peças! Cada ator veste de 3 a 7 fantasias completas a cada show.

Wardrobe staff working on costumes

Penteadeira Amarela: Quais materiais são utilizados no figurino?
Amy Stauffer: Eles são feitos de diferentes tecidos. Spandex, veludo, seda, brocado, chiffon, georgette, gabardine, couro e lã são usados ​​com frequência. Nós também temos uma variedade de tecidos pintados e tingidos a mão. E usamos centenas de cristais Swarovski.

Penteadeira Amarela: Vocês têm alguns dados, como quantos metros de tecido são usados em uma única fantasia?
Amy Stauffer: Aproximadamente de 4 a 8 metros por fantasia, dependendo do design. E de 200 a 1.000 cristais podem ser usados por fantasia.

Penteadeira Amarela: E os sapatos, quantos têm? Eles são patins de gelo, mas são feitos de um material especial ou mudam apenas as cores?
Amy Stauffer: Os artistas são responsáveis pela manutenção de seus patis. Nós criamos capas para eles serem usados com as fantasias.

Performer lacing up her saktes

Penteadeira Amarela: Quantas pessoas trabalham com as fantasias? Elas são especializadas em que?
Amy Stauffer: A maioria das nossas roupas são feitas nas casas das costureiras, nós usamos várias de todos os Estados Unidos, inclusive da Disney.

Penteadeira Amarela: Quanto tempo leva para concretizar um show como o Disney on Ice?
Amy Stauffer: Um show como esse pode levar um ano, desde o planejamento até a estreia. Centenas de pessoas são envolvidas ao longo do tempo.

Ficou com vontade de conferir de perto todos os encantos do Disney on Ice? Pois anota aí as informações:
Dia 20/05, sexta-feira: 19h30
Dia 21/05, sábado: 11h, 15h e 19h
Dia 22/05, domingo: 15h
Os ingressos custam:
Arquibancada Superior Lote 1 – R$ 50,00 / R$ 25,00 (meia-entrada)
Arquibancada Superior Lote 2 – R$ 112,00 / R$ 56,00 (meia-entrada)
Cadeira Inferior (C/H) – R$ 140,00 / R$ 70,00 (meia-entrada)
Cadeira Inferior (A/B/J/I) – R$ 210,00 / R$ 105,00 (meia-entrada)
Cadeira VIP Pista – R$ 250,00 / R$ 125,00 (meia-entrada)
Mais informações: (85) 3452-5897 / 4003-1212

Créditos das fotos: Copyright Feld Entertainment

Look do dia: casamento durante o dia

Se tem um evento que me deixa doidinha com meses de antecedência, esse evento é um casamento. Aí crio enormes expectativas: o que vou dar de presente, como será a festa e, claro, o que vou vestir!

look casamento dia laris jomara cid jo de paula arezzo a capa

Meu look nasceu ainda em Nova York. Comprei esta saia na Forever 21 já pensando no casamento. Na minha cabeça, como a cerimônia seria de dia, queria fugir do convencional (lê-se renda, brilho, tule etc). A saia midi, apesar de estampada, tem um leve brilho, deixando a peça mais “fina”, assim como a sua estrutura.

look casamento dia laris jomara cid jo de paula

Daí, numa mesa de bar com umas amigas, nasceu o cropped, inspirado num print que uma amiga tinha dado e guardado. O terceiro passo foi bater na Casablanca Tecidos, escolher a cor que deixava a saia ainda mais viva e, em seguida, deixar tudo na minha costureira tão amada e talentosa, a Leo.

look casamento dia laris jomara cid jo de paula arezzo

De novo, nada tradicional ou neutro! As peças do look, em si, eram básicas, então precisava de acessórios que deixassem o look mais social e com cara de casamento. De novo, nada de cores neutras, mas que harmonizassem entre si e deixassem o look divertido e, ao mesmo tempo, elegante. Para isso, apostei em itens queridinhos para essas ocasiões:

look casamento laris jomara cid jo de paula detalhes

E esse foi o resultado final! Que tal? Os óculos são da Urban Outfitters e a make eu fiz em casa mesmo! 😉

look casamento laris jomara cid jo de paula