Canadá: É dia de mudança no Quebec!

3
527

canada day 1No Brasil, a gente cresce ouvindo que, quando uma coisa quebra na casa do americano, ele joga fora e compra uma nova. Isso não é totalmente verdade. O americano e o canadense jogam, sim, muita coisa fora, mas não é só o que tá quebrado. Rola demais coisa funcional e praticamente nova, tudo na calçada pra quem quiser pegar.

Bicicleta, televisão, geladeira, fogão, churrasqueira, tapetes, estantes, mesas de centro, cômodas, impressoras, cadeiras de escritório, microsystem. Já vi tudo isso pelo meu bairro, sempre no dia em que passa o caminhão do lixo. Quarta-feira é, definitivamente, um dia feliz.

Por mais que seja muito estranho pra nossa cultura brasileira, pegar coisas de casa na calçada é muito comum por aqui. Produtos são bem mais baratos que serviços, então consertar algo ou transportá-lo de uma casa para outra às vezes sai mais caro do que comprar um novo e mandar entregar.

canada day 2

O primeiro dia de julho é feriado nacional, o Canada Day. O Quebec tem uma rixa com o Canadá – tem gente até que defende a separação da província e a transformação em um novo país – e, com o passar dos anos, tratou de abafar essa comemoração vermelha e branca. Uma semana antes, rola a Fête Nationale du Québec, a festa ~nacional~ do Quebec, que é bem no São João.

Tem festa na cidade inteira, com vários palcos montados, programação grátis pras famílias, fogueiras e comidinhas de rua (aqui a galera morre de medo de uma dor de barriga, a comida de rua é extretamente controlada e só existe em eventos bem específicos). Aí é feriado também, e todo mundo comemora a pátria de mentira.

canada day 3

Pois no dia da pátria de verdade, a galera aqui se muda. É o dia em que terminam os contratos de aluguel e começam os novos. E mudança aqui não é chamar o caminhão com vários caras pra desmontar, carregar e remontar tudo. Mudança aqui é chamar os amigos, alugar um caminhão e dirigir você mesmo (e carregá-lo também). Até dá pra contratar gente, mas o preço é por fora, e o serviço é caro.

Quando você junta produto barato com mão de obra cara, você tem… calçadas lotadas de coisas legais grátis!

Esperei o dia de hoje pra tentar encontrar uma televisão melhor que a minha e uma estante. Consegui! A TV não foi difícil. A minha era de tubo, pesadíssima, pretinha e com tela “barriguda”. Funcionava perfeitamente, mas tinha uma de 32 polegadas, também de tubo, mas de tela plana e som estéreo no meio do meu quarteirão. Trouxe pra casa. A estante tem o tamanho ótimo. É marrom, e a pintura tá meio gasta. Mas vai ser legal reformar e deixar da cor que eu quiser.

O cuidado que a gente precisa ter ao pegar coisas na calçada é com os bed bugs, umas pulgas terríveis (Gilliard feelings). Às vezes a galera joga coisas fora por causa de uma infestação, e nem todo mundo é gente boa o suficiente pra deixar um bilhetinho dizendo a verdade por trás do móvel abandonado. Mas o Canada Day não tem muito disso. O motivo é mesmo a mudança e dá pra sair fazendo a ronda, hehe.

Ah! O saldo do dia: uma televisão vintage que vai virar móvel, um espelho de corpo inteiro, televisão nova pra sala e estante. =)

 

PenteadeiraAmarela-Assinatura-Alinne-2

 

3 comentários

Deixe um comentário