Gravidez: Quartinho de bebê com Juliana Braga Arquitetura #VEDA #01

1
733

quarto-de-bebe-juliana-braga-1

Assim que tive certeza de que estava tudo perfeito com a minha gravidez e com a vinda da Penélope, comecei a sonhar com o quartinho dela. Adoro minha casa, acho que ela tem muito a minha cara e a do Igor: nossos móveis são coloridos, temos vários quadrinhos e pôsteres nas paredes, souvenires de viagens, de shows que fizemos, de shows a que assistimos… Enfim, mais personalizado impossível.

Claro que o quarto da nossa filha não poderia ser diferente. E começamos a pesquisar referências, que viraram posts aqui e aqui. Nunca pensei em ter um projeto, em contar com a ajuda de um profissional de arquitetura, porque a gente é meio peculiar mesmo e é difícil encontrar gente que tenha as mesmas referências ou que entenda que a gente não quer nada genérico.

ted mosby architect

Até que aparece a Juliana Braga, arquiteta. Pesquisei, simpatizei, amei os looks dela (queria todos, haha) e achei que fosse funcionar. Fomos ao office da moça, que nos recebeu com uma mesa linda de delícias de Páscoa. Vimos em cada detalhe o carinho no atendimento.

quarto-de-bebe-juliana-braga-4
Os pacotinhos em chevron com a tag de coelhinho hipster carimbado são cookies MARAVILHOSOS da Cookie Mania

Logo no primeiro contato, descobrimos amigos em comum, interesses em comum, paixões por itens de mobiliário em comum. Contamos o que esperamos pro projeto e já saímos de lá com a certeza de que tinha dado match!


quarto-de-bebe-juliana-braga-7

Logo depois, ela veio aqui em casa com a Mayara pra fazer o levantamento do espaço. Elas encontraram um quarto complicado de cara: nossa casa é de madeira, então as paredes já têm uma textura, por causa das ripas; e a casa tem também detalhes em tijolinho aparente, que a gente ama e quer manter. Como a casa é alugada, a gente não pode fazer grandes alterações, porque precisa entregar do jeitinho que recebeu.

quarto-de-bebe-juliana-braga-8
A baguncinha gostosa do quarto: carrinho, bebê conforto, berço e ar condicionado encaixotados, colchão, banheirinha, malas com as roupinhas… Tá formando!

Outra parte do desafio é não trabalhar com móveis planejados. Não somos proprietários e, em 5 anos morando juntos, já nos mudamos várias vezes dentro da cidade e até de país. Então a gente precisa de móveis práticos e que a gente possa levar com a gente em caso de mudança.

Aproveitamos a vinda da Juju aqui em casa pra fazer o primeiro vídeo sobre o projeto da Penélope, contando todos os passos que vão rolar nas próximas semanas:

Obrigada pelo carinho, Juju! Tá sendo incrível!