Guia do design em Copenhagen: Parte 1

1
140

penteadeira_amarela_copenhagen_cristiania

Oi, gente! Muitos de vocês já sabem, pelo Stories, que passei uma semana em Copenhagen, na Dinamarca. Lá, mostrei muita coisa pra vocês, desde nossas aventuras gastronômicas aos passeios de bike pela cidade, mas aqui no nosso encontro semanal sobre arquitetura e design não poderíamos deixar de abordar o famoso design escandinavo, né?!

Copenhagen é uma cidade que respira esses universos e pensei em montar um miniguia da cidade pautado nesses assuntos! Hoje nós vamos visitar museus e dar um rolê pela cidade. Próxima semana vamos ver as lojas mais bacanas de design, e eu mostro o que comprei aqui pra casa, ok?! Vamos lá!

Fortaleza e parque Kastellet.
Fortaleza e parque Kastellet

Eu sugiro começar seu passeio pela região de Frederiksstaden. O parque Kastellet é, na verdade, uma antiga fortaleza, construída no formato de estrela, cercada de água por todos os lados, um oásis verde no meio da cidade. Erguida seguindo os princípios de Vauban (séc. XVII), é a base militar mais antiga da Europa que ainda permanece em atividade.

Passeando pela rua Bredgade você dá de cara com o museu do Design Dinamarquês.
Passeando pela rua Bredgade você dá de cara com o museu do Design Dinamarquês
Saindo do parque, você pode seguir pela rua Bredgade até o Museu do Design Dinamarquês. Meu Deus!! Como eu estava empolgada para visitar esse museu e não me decepcionei.
Entrada do museu.
Entrada do museu.
Desde eletrodomésticos a objetos decorativos, passando por mobiliário e, claro, uma incrível exposição totalmente dedicada às cadeiras (minha paixão):
penteadeira_amarela_museudodesign1
O museu faz um apanhado geral do processo de amadurecimento do design dinamarquês (e escandinavo) ao longo dos anos. Uma verdadeira aula para quem trabalha com criação e um lembrete de que o processo de criação leva tempo e dá trabalho. Não acontece do dia pra noite.
Exposição no museu do design dinamarquês.
Exposição no museu do design dinamarquês.
A visita termina com uma exposição linda de design de moda que foca o período em que a Balmain foi liderada pelo estilista dinamarquês Erik Mortensen.
Exposição no museu do design dinamarquês.
Exposição no museu do design dinamarquês
Acredito que essa seja uma daquelas exposições temporárias do museu, mas acho bem legal que eles também incluam design de moda. Essa terminava numa sala com mesas e cadeiras onde podíamos desenhar croquis para a marca.
Me empolguei e desenhei também.
Me empolguei e desenhei também

Ainda no museu de design, tem duas coisas que valem a pena: a lojinha com peças lindas de design e o café mobiliado com peças assinadas por Hans J. Wegner e Poul Kjaerholm.

Amalienborg plads.
Amalienborg plads

Desça a rua e vá em direção à Amalienborg Plads, a praça que fica no centro dos quatro palácios da Amalienborg. De lá temos vista pra igreja de mármore (que é linda e vale visita) e podemos ver a troca de guarda além de admirar o trabalho em arquitetura estilo rococó de Nicolai Eigtved. Um pouco mais à frente, damos de cara com o mar e uma vista linda da moderna Ópera de Copenhagen, projeto do arquiteto Henning Larsen, é um prédio lindo, supermoderno e exemplo da arquitetura escandinava.

Opera de Copenhagen.
Opera de Copenhagen

Descendo mais um pouco você chega no Nyhavn, novo porto, superfamoso com suas casinhas coloridas. Vale não só uma visita e a foto mais famosa como também um passeio de barco para conhecer outros prédios bacanas da cidade.

penteadeira_amarela_copenhagen_nyhavn

Cruzando a ponte vamos para Christianshavn, um bairro muito lindo, bem residencial, meu preferido em Copenhagen. Foi feito para se parecer com a Holanda, e você realmente se sente em Amsterdã em alguns pontos. Combina arquitetura antiga e moderna.
Christianshavn.
Christianshavn

Lá, não deixe de visitar o Danish Architecture Centre, que tem um café lindo com vista para o mar e uma lojinha muito legal com livros fantásticos de arquitetura, muitos em inglês. O museu faz um apanhado geral da arquitetura dinamarquesa e sua evolução ao longo dos anos.

Danish Architecture Centre
Danish Architecture Centre

Também no mesmo bairro vi um dos mais lindos exemplos de arquitetura escandinava contemporânea. Esse prédio residencial me encantou pela sua implantação no espaço, pelas soluções urbanísticas, pelo design e funcionalidade.

penteadeira_amarela_copenhagen_arquitetura

Era um conjunto de quatro prédios baixos (todos os prédios são baixos por lá) e desde às luminárias aos bancos e lixeiras, tudo seguia o mesmo design e contexto. Os apartamentos tinham uma vista linda do mar e embaixo de alguns tinham lojinhas de conveniência (bem chiques). O paisagismo é bacana e, resumindo, vale a visita de um arquiteto hehe.

penteadeira_amarela_copenhagen_arquitetura_moderna

Bom, gente, espero que vocês tenham gostado do post dessa semana. Próxima semana nos encontramos pra continuar nossa viagem passeando pelas lojas mais bacanas de design, e eu mostro o que escolhi comprar pra minha casa, ok?! Beijos!

1 comentário

Deixe um comentário