Música para Elis – Parte I

1
562
Artwork da Musica da Bebel Gilberto que marcou muito alguma época da minha vida
Artwork da Musica da Bebel Gilberto que marcou muito alguma época da minha vida

Música sempre esteve presente na minha vida, e foi muito da influência dos meus pais, como até já falei para vocês no post do Pai não é Mãe. Sou daquelas pessoas que odeia falar de manhã, mas já acorda cantando uma música, e se não colocar nada pra ouvir é como acordar e não tomar café.

Com esse post, o que eu proponho é mostrar a playlist que acompanha a vida da Elis desde que ela ainda estava na barriga. E que na verdade, não deixa de ser a playlist das músicas que eu o Érico gostamos também. Quem sabe, com isso, a gente conhece música nova e troca algumas listas? Ah e todos os artistas estão com links para Youtube ou Sopotify.

Como Elis já tem dois anos, vou dividir esse post em pré Elis e pós Elis, pois você começa a perceber que existem outras músicas depois que um filho nasce.

Pré Elis:

Eu e Rico, num dos momentos em que relaxada, me preparava para colocar fone de ouvido na barriga.
Eu e Rico, num dos momentos em que relaxada, me preparava para colocar fone de ouvido na barriga.

Quando fiquei grávida, me deparei com tanta coisa para gestante e bebê que nem conseguimos dar conta de tanta informação! Uma delas é a importância de colocar música para o bebê ainda dentro da barriga, como estímulo para o melhor desenvolvimento. E mesmo não havendo comprovação científica alguma, a gente segue tudo que faça bem à criança! Assim fiz.

No começo, colocava aquelas músicas clássicas e noise musics, mas vi que não basta ser bom para o bebê, a mãe tem que estar gostando também. Então passei a escutar, eu e nosso golden retriever Rico, essa lista de pop songs para bebês que não haviam nascido ainda. Gostei tanto que passei a fazer muitas pesquisas no mesmo gênero.

E foi fazendo essa busca tive o primeiro contato com o Rockabye Baby.

Alguns dos Álbuns do Rockabye Baby - foto @rockabyebabymusic
Alguns dos álbuns do Rockabye Baby – foto @rockabyebabymusic

Rockabye Baby, em suma, é um projeto que torna a música rock amigável para bebês e adapta música de crianças para adultos. Sua premiada série de lullaby – ou cancões de ninar – de rock consiste em mais de 76 lançamentos até o momento, incluindo interpretações de canções de Bob Marley, The Beatles, Coldplay e Adele. Mas você também pode encontrar punk, metal e rap em seus repertórios. Realmente é algo delicioso de se ouvir.

Mas não só de música é o Rockabye Baby, eles tem vinis e CDs, que trazem atividades para crianças, é realmente um projeto que envolve a família! Infelizmente por enquanto só é possível adquirir os exemplares físicos através de importação, mas as músicas estão no youtube e no spotify!

Penteadeira Amarela Musica para Elis4

A Elis se mexia com algumas músicas específicas, como algumas do Metallica (não é a toa que ela nasceu ao som de uma música da banda), algumas músicas portuguesas de bandas que eu e o Érico gostávamos, como Toranja e Let the Jam Roll, duas das quais valem muito a pena conhecer!

Enquanto a espera pela Elis continuava, músicas tocavam ao fundo pra me relaxar
Enquanto a espera pela Elis continuava, músicas tocavam ao fundo pra me relaxar. Foto: Roberta Martins

Dentro desse repertorio de músicas que gostávamos, nasceu também a playlist que tocou durante meu trabalho de parto. Sim, ouvir músicas que você gosta pode te ajudar a suportar as dores de amor e espera de um filho. Dentre as músicas desse momento estão: Esperanza Espalding, Nação Zumbi, Pearl Jam e, como beatlemaníco que o pai é, muito Beatles, George Harrison e Paul Mccartney. Mas lá você também pode encontrar músicas portuguesas, MPB e Rockabye Baby!

Deixo aqui pra vocês uma playlist que fiz no Youtube com algumas dessas músicas, mas tenho também umas no Spotify para quem quiser.

Playlist da Elis no Youtube e abaixo no Spotify

 

Essa foi a playlist tocada durante quase seis meses da vida da Elis, até que surgiu nas nossas vidas um senhor barbudo e gordinho que vive num mundo com seu próprio nome, chamado Mundo Bita!

Mas para essas músicas, a gente continua num próximo post: o Pós Elis.