Por que contratar um arquiteto e como encontrar o profissional ideal para você!

1
169

penteadeira_amarela_natasha_porHenriqueKardozo2

Se você vai reformar uma casa, loja, clínica, apartamento etc., uma das primeiras coisas que pensa é se deve ou não contratar um arquiteto para fazer um projeto. Eu entendo, ainda existe muita, mas muita gente mesmo que prefere reformar sozinho/a da própria cabeça ou ir numa loja de modulados fazer um projeto lá com um consultor de vendas e pronto. Pois bem, vim aqui te contar algumas razões pelas quais acredito muito no valor da minha profissão e como escolher a pessoa ideal para te ajudar nesse momento.

penteadeira_amarela_natasha_proHenriqueKardozo3

A primeira razão que vou dar para contratar um arquiteto/a vai te fazer cair o queixo: para você economizar! “Como assim, Natasha, tá louca?! Como eu vou economizar se já começo gastando mais dinheiro pagando um arquiteto???” 

Foto Henrique Kardozo
Foto Henrique Kardozo

Vamos lá, vou primeiro citar um exemplo fora do âmbito da arquitetura, nesse caso a cliente fui eu. Logo depois do nascimento do Oscar, resolvi investir numa consultoria de estilo. Parece coisa de gente rica e atriz (sim, me senti diva! haha!), mas não é. É coisa de gente inteligente, que quer se conhecer melhor e parar de comprar roupa errada, comprar apenas o que lhe cai bem, somente o necessário, aprender a comprar produto de qualidade… Olha, nem te conto o quanto essa consultoria tem me feito economizar desde então.

penteadeira_amarela_responsabilidades_arquiteto_cau

Pois bem, o bom arquiteto/a vai trabalhar para você ter sempre a melhor relação custo-benefício no seu projeto, aí é que entra a nossa criatividade e nosso vasto conhecimento de materiais e formas, não nos prendemos apenas a produtos de lojas x ou y, mas repaginamos, damos novos usos, descobrimos novas funções e abrimos assim um universo de possibilidades para que o resultado final fique satisfatório com o melhor custo possível.

Projeto para uma cliente querida. Foto: César Marti.
Projeto para uma cliente querida. Foto: César Marti.

Aí já entramos na segunda razão para contratar um bom profissional: para o seu projeto “sair da caixinha”. Você vai chegar na primeira reunião com todos os seus desejos, sonhos, ideias, inspirações, fotos do Pinterest, e a sua arquiteta vai juntar tudo isso e criar uma unidade, para que o resultado final não seja “o samba do crioulo doido”.

Projeto para uma cliente querida. Foto: César Marti.
Projeto para uma cliente querida. Foto: César Marti.

Ela vai tentar atender a todos os seus desejos, mas, ao mesmo tempo, vai prestar atenção na funcionalidade, nos detalhes técnicos, naquelas coisinhas que ninguém pensa, mas que depois de pronto fazem toda a diferença, sabe?!

Sorriso arrumando no final! Acabou a obra! "O menino nasceu"
Sorriso arrumando no final! Acabou a obra! “O menino nasceu”

Por fim, esse arquiteto vai te ajudar a passar pela longa fase de obra (que eu chamo de parto do filho) sem enlouquecer, ele vai tirar suas dúvidas, responder suas mensagens, visitar a obra para ver se está saindo tudo conforme o planejado, ajudar a resolver alguma intercorrência que aparecer e, no final de tudo, arrumar pra deixar tudo lindo com aquela cara de Pinterest!

Fotografando projeto pronto!
Fotografando projeto pronto!

Para escolher um/a bom/boa profissional de arquitetura, seguem algumas dicas:

  1. Peça indicação para amigos e familiares. Eles vão poder te dizer se foram bem atendidos, como foi a experiência e tudo o mais que você precisar.
  2. Não escolha pelo preço ou faça pesquisa de preço, pelo amor de Deus! Você não está comprando uma televisão, você está adquirindo um serviço personalizado, além de se identificar com o estilo do profissional, é importante ter referência sobre a forma como este trabalha.
  3. Na primeira reunião com o profissional, antes de fechar com aquela pessoa, procure mais conhecer a forma como ele/ela trabalha, outros projetos do escritório, pergunte e tire todas as dúvidas que tiver sobre o que vem pela frente.

Por último, pedi para algumas clientes responderem a duas perguntinhas sobre esse assunto, assim vocês teriam a visão delas também:

  1. Por que você decidiu procurar uma arquiteta para projetar seu consultório/apartamento?

Laura: “Porque eu tinha uma ideia do que queria, mas referências não são a mesma coisa que criar um novo projeto que traduza o meu jeito. Isso só foi possível conversando com você. Inclusive de ter ideias sobre espaços, materiais, o que funciona, o que não funciona. Todo mundo que entra no consultório fica apaixonado pelos mínimos detalhes (tenho os meus preferidos também), e isso não teria sido possível sem você.”

Bia: “O meu apartamento é pequeno, e eu queria aproveitar ao máximo o espaço. Além disso, queria uma tradução do meu estilo de vida e quem eu sou no apartamento e acho que o arquiteto tem essa capacidade e conhecimento de dar forma às nossas expectativas que nós muitas vezes não conseguimos.”

Consultório da Laura, de psiquiatria infantil em São Paulo.
Consultório da Laura, de psiquiatria infantil, em São Paulo.

2. Ao final de tudo como você vê essa decisão de ter procurado uma profissional?

Laura: “Acho que foi a decisão mais acertada da vida! Uma das questões importantes foi o fato de que, como você projetou tudo, se algo saia errado, o empreiteiro ia consertar sem nem perturbar, porque estava lá descrito no seu projeto, e ele que tinha errado. Assim também com o marceneiro. E como eu disse, sou apaixonada, os pacientes também, por ele.

Bia: “Acho que foi a decisão mais acertada que eu poderia ter tomado. Sem a ajuda e ideias delas, eu não teria conseguido ter o mesmo resultado. Além disso, o processo foi muito feliz, o que deixa sempre uma lembrança muito boa e nos faz dar valor a cada escolha e cantinho do apartamento.”

Quarto da Bia pronto! Faltando só arrumar!
Quarto da Bia pronto! Faltando só arrumar!

Então, gente, espero que tenha tirado algumas dúvidas de vocês quanto ao real trabalho de um/a arquiteto/a e que ajude alguém a escolher um bom/boa profissional no futuro. Qualquer dúvida estou aqui à disposição. Até próxima semana!

1 comentário

  1. Concordo plenamente, Já fiz reforma e troca de piso e revestimento sem orientação de um arquiteto e depois tive varios problemas . Agora contratei o escritório de voces , Nogueira Arquitetura, e estou muito satisfeita. Em resumo, se fazemos sem orientação gastamos 2 vezes e no final sai bem mais caro que fazer da primeira vez bem feito….

Deixe um comentário