O que rolou no Fartura Fortaleza 2017

0
50

O Fartura já é um evento queridinho e parceiro do Penteadeira desde sua primeira edição, em 2015. E a edição deste ano, que rolou nesse último fim de semana, não poderia ter deixado melhores marcas nos nossos corações – e paladares. A Marília passou por lá no primeiro dia, e eu assumi a câmera no segundo, com um vídeo que você confere no final do post, editado pela Alinne!

Fartura pela Marília

Comemorei meu aniversário de um ano de namoro no O Mar Menino (daqui a pouco faço 3 hihi) e foi uma noite maravilhosa. Desde então, a lembrança do restaurante me acompanhava em eventos e adivinha qual o primeiro local que eu quis comer ao entrar no Fartura? Lá mesmo! Conversei com o Leo e provei o prato do evento: uma costela de porco com goiabada e Campari e farinha de pão. Uma delícia!

canoli fartura fortaleza penteadeira amarela

Passeando mais um pouco, provei um sorvete especial vindo de Brasília, o sabor era chocolate, mas era amargo demais pra mim ): Consegui agradar meu paladar com o canoli de brigadeiro belga da Love Canoli.

suco fartura fortaleza penteadeira amarela

Pra completar, provei um suco prensado a frio da Nutri Juice no sabor “relax”, uma mistura de abacaxi, funcho, maracujá, capim santo e hortelã. E adivinhem? Outra delícia!

Fartura pela Laris

Estar em um evento desses, para mim, é “desesperador”. Amo experimentar novos sabores e acabo ficando que em pinto no lixo, sabe? Sem saber o que provar. Aí encontro o Leo Gonçalves, chef do O Mar Menino (que a Marília falou acima) e fico ainda mais desnorteada, porque ele acaba incluindo mais um prato à lista de desejos.

O primeiro provado (e aprovado) foi o indicado pelo Leo, do chef Marco Gil – restaurante Quintal (daqui de Fortaleza). Provei um Atum de sol com feijão verde e maxixe, pesto de coentro, farofa e vinagrete!

bia araújo fartura fortaleza penteadeira amarela

Já a chef Bia Araújo (também daqui) ganhou meu coração quando li no cardápio “mil folhas de macaxeira” e me deixou completamente apaixonada com o restante: desfiado de carne de sol na manteiga da terra e farofa de pão torrado. Em uma palavra: amei!

penteadeira amarela fartura caranguejo na quenga

Para encerrar os sabores salgados, um prato chave de ouro (por coincidência, de uma outra chef cearense: Van Régia): caranguejo na quenga: purê de macaxeira com queijo coalho sob filé de caranguejo regado com molho de coco e farofinha. Impecável, saboroso e desejando mais umas três quengas!

penteadeira amarela fartura larissa viegas

Para iniciar o round doce, fui na cobiçada sobremesa da chef Lia Quinderé, da Sucré (só deu cearense no nosso cardápio, gente!): chegadinha crocante, gelado de castanha e caramelo salgado. Antes de provar, uma pessoa me disse que comeu duas vezes e uma outra, que ia levar pra casa. Eu só queria casar com ela, mesmo!

arroz doce pablo masterchef fartura fortaleza

O grand finale foi com Arroz doce cacio e pepe. Para os fãs de Masterchef, era a chance de provar o arroz doce do Pablo, que emocionou a Paola Carosella. E preciso dizer: é realmente uma explosão de sabores, nada muito doce nem muito “marmotoso”. Ameeei <3

Balanço

A terceira edição do Festival Fartura – Comidas do Brasil levou mais de seis mil pessoas ao Iate Clube de Fortaleza. Foram mais de 70 atrações gastronômicas, vindas de 12 Estados brasileiros, reunindo chefs, produtores e profissionais da gastronomia. A quantidade de pratos vendidos? Cerca de 10 mil pratos vendidos durante os dois dias e mais de 4 toneladas de ingredientes utilizados no preparo das receitas, que estiveram dispostas em seis áreas gastronômicas.

Em 2017, os resultados dos festivais (no Brasil e em Portugal) foram:
+ de 65 mil pessoas
+ de 160 atrações culturais
+ de 400 atrações gastronômicas
+ de 850 profissionais da gastronomia
+ de 30 toneladas de alimento servidos

Confira um pouquinho do que rolou:

Deixe um comentário