Voando KLM de Fortaleza para Amsterdã com criança

0
66

Quando a KLM/Air France anunciou que Fortaleza iria receber um hub e ganhar voos diretos para Amsterdã e Paris, meus olhos brilharam. Moro na Suécia, em uma cidade pequena, mas com aeroporto (Linköping), e quando vim, um ano atrás, o caminho menos longo foi Fortaleza-Lisboa-Estocolmo, de TAP, e mais um trem pra Linköping. Saímos no dia 12 de maio e chegamos no dia 14.

Com o novo hub, pudemos pegar um voo da KLM partindo de LKPG direto pra Amsterdã e, de lá, direto pra Fortaleza: 15 horas de deslocamento no total, incluindo uma espera longa no aeroporto Schiphol (depois vou contar como é o aeroporto e o que tem pra fazer por lá com crianças). Saímos num dia de manhã e chegamos no mesmo dia. Que sonho!

voando-klm-amsterdam-fortaleza-03

De Amsterdã pra Fortaleza

As cerca de 9 horas de voo de Amsterdã pra Fortaleza, no entanto, me preocupavam. Como entreter uma criança agitada de menos de 2 anos, viajando no colo, durante tanto tempo?

Preparei uma megamala de mão com diversão pra ela: massinha, livrinho de colorir, a boneca favorita, livro de historinha, o pacote todo. Mas – spoiler – quem disse que ela quis saber?

voando-klm-amsterdam-fortaleza-05

Quem voa com criança de colo na classe econômica tem preferência pra sentar naquela primeira fileira, com mais espaço pras pernas, de frente pra divisória das classes. Quando a gente veio pra cá foi legal, porque Penélope era bebezinha e usou um bercinho que fica acoplado nessa divisória. Agora ela não cabe mais nele, e sentar nesse lugar mais atrapalhou do que ajudou.

Essas poltronas têm mesinha e monitor pra entretenimento de bordo embutidos nos braços. Isso deixava o espaço mais apertado, e eu, que tenho lá meus bons quilos extras e um respeitável metragem no quadril, fiquei muito, MUITO desconfortável.

Quando chegava refeição, e eu ia montar a mesinha, ela tem uma dobradiça no meio e nunca ficava reta. Sem contar que, com uma criança no colo, ficava ainda mais difícil. Eu e o marido nos revezamos no malabarismo e ainda acabamos com uma bandejinha de salada espalhada pelo chão do avião. Não conseguimos fazer foto de nada, porque foi simplesmente intenso.

Café da manhã
Café da manhã com pão, omelete, frutas e um bolinho

Durante o voo, foram servidas 3 refeições de tamanho OK (meio pequenas, na verdade, mas a Penélope comia uma boa parte de tudo o que chegava pra mim – descobri que teria sido melhor levar lanches pra mim do que pra ela, haha). Almoço, um sorvete estilo Cornetto e um lanchinho com uma tira de pizza (muito pequena, sério) e uma sobremesa.

Ponto muito positivo: sempre que o carrinho de bebida passava, dava pra pedir qualquer bebida, incluindo bebida alcoólica. Foram as 3 ou 4 garrafinhas de vinho branco que me fizeram sobreviver a esse voo interminável! hahahha! Obrigada, KLM!

Vinho fotografado na volta, durante a noite
Vinho fotografado na volta, durante a noite

Ah! Assim que entramos no avião, Penélope começou a chorar de birra, e a aeromoça muito espertamente deu pra ela de presente um kit fofinho com adesivos, lápis de cor, uma ilustração pra colorir, um joguinho da memória, um patch de crew e um crachá pra preencher com nome e destino. Achei muito legal, e ela até brincou por uns… 5 minutos, hehe. Uma criança maior com certeza aproveita bastante esse kit.

klm-kit-criancas

De Fortaleza para Amsterdã

O voo de ida foi um desafio e tanto, o da volta foi um sonho! Primeiro porque foi noturno (são poucos voos ainda, e atualmente só tem AMS-FOR diurno e FOR-AMS noturno), e a gente sabia que a Penélope iria dormir bem.

voando-klm-amsterdam-fortaleza-15

Assim que entramos no avião, três comissários de bordo vieram falar com a gente, perguntar como estávamos e já avisaram que, se o voo não estivesse lotado, iria tentar convencer os passageiros do nosso lado a mudar de lugar.

Dessa vez sentamos em poltronas normais da econômica e, apesar de não ter muito espaço pras pernas, tinha bem mais pro quadril, porque os apoios dos braços eram móveis. O monitor com o entretenimento de bordo já estava lá, chamando a atenção da Penélope, o que teria sido incrível pro voo diurno. E eu conseguia abrir a mesinha mesmo com ela no meu colo, porque era mais alta do que a das tais poltronas do voo de ida.

voando-klm-amsterdam-fortaleza-08
Salada, risoto de queijo, frango arabiata, legumes, pão e sobremesa de manjar de coco

Dois homens sentaram do nosso lado, mas eles acharam uma boa ideia trocar de lugar quando ofereceram, e a gente acabou viajando com a fileira inteira, quatro poltronas, só pra gente! Que equipe! Penélope dormiu rapidinho, ficou deitada em duas poltronas, enquanto eu e o papai apreciamos o jantar tranquilamente e, claro, com aquele vinhozinho.

voando-klm-amsterdam-fortaleza-13

Conseguimos dormir razoavelmente bem e nem vimos a noite passar! Quando acordamos, foi servido um café da manhã e logo chegamos a Amsterdã. Não foi só um voo massa, foi uma noite massa também, quase um date! hahah!

voando-klm-amsterdam-fortaleza-12

Valeu a pena?

Com certeza! Foi minha primeira vez voando KLM e achei o serviço legal, atencioso e bem kid friendly. Não gostei de sentar na fileira com mais espaço pras pernas, na divisória das classes, mas aí é só questão de escolher outro lugar na hora do check-in.

A política de bagagem não é tão má assim: 23kg por adulto + 10kg pra criança no colo + carrinho + bebê conforto, mas quem sai do Brasil tem direito a duas malas de 23kg por adulto (e ainda parcela a passagem, coisa que quem sai da Europa pro Brasil não pode fazer).

voando-klm-amsterdam-fortaleza-02

Certamente já é minha companhia favorita pra ir ao Brasil, com preço bom, serviço show e o caminho mais curto pra chegar na terrinha!

Deixe um comentário