Agatek abraça o design e bate papo com Bosco Couto

0
84

Na última terça-feira (09/10) estive em um evento realizado pela Agatek, que teve como palco o espaço gourmet da Casacor Ceará. Os convidados principais eram o coletivo Objeto Comum e o especialista em marketing, Bosco Couto. Em uma conversa sobre marketing, design e um bate-papo sobre as novas realidades e o futuro do mercado criativo.

Vera Albuquerque, uma das diretoras da Agatek, abriu a noite contando um pouco sobre a história da marca, que já tem mais de 45 anos de mercado, e resolveu acolher o design cearense para demonstrar seu fio condutor, que são inovação, beleza, bem-estar, sustentabilidade e criatividade. Daí nasceu o projeto Agatek abraça o design, em parceria com o Objeto Comum, onde os criativos apontam o caminho e criam peças a partir de descartes da produção de cortinas e persianas.

Bosco Couto, especialista em Marketing

Bosco Couto, especialista em Marketing

Em seguida Bosco Couto bateu um papo sobre os novos caminhos do Marketing. Trago alguns destaques da sua fala que me marcaram e podem ser interessantes para quem está começando no mercado, ou quer começar alguma coisa:

  • Quando uma designer de joias vai criar novas coleções, busca inspiração em diversos meios, na moda, na marcenaria, no design de interiores, porque tanto a inspiração pode vir de muitos lugares, como sair da zona de conforto pode despertar novos olhares e trazer inovação à produção. 
  • Estar presente em diferentes meios e de forma contínua é essencial, porque “os ativos que mais valem hoje são dados e relações”, segundo Couto. O que você sabe, somado a quem você conhece, onde você está, são importantíssimos.
  • Ações coletivas têm mais chances de “dar certo”, porque por mais que sua ideia individual seja muito boa, quando pensada em conjunto pode ser melhor e maior! E, além de pensar coletivamente, também é importante pensar de modo transversal.
  • Por último, mas não menos importante, FAÇA (tô quase uma coaching né hehe), ficar esperando o momento certo, a pessoa certa, o local certo, são pontos importantes, mas não devem nos paralisar.
Érico Gondim e a peça que criou, uma luminária a partir de persianas
Érico Gondim e a peça que criou, uma luminária a partir de persianas

Tivemos ainda a oportunidade de ouvir cada um dos designers que participaram do projeto, apresentando as peças desenvolvidas, as joias da designer de joias Nathalia Canamary, a luminária do design Érico Gondim, a cesta de revistas e luminária da arquiteta Dora Coelho, a luminária do design Diego Pascual, e a cesta multi-uso do arquiteto Valter Costa Lima. Além destes, participam do  coletivo Objeto Comum também Rafael Studart, Carolina Figueiredo, Érika Martins, Rafaela Leite, Túlio Paracampos e Celina Hissa.

Joias criadas por Nathalia Canamary
Joias criadas por Nathalia Canamary

A criação das peças possibilitou aos criadores perceber toda a potencialidade dos materiais, suas possibilidades de mudança e adaptação, dando-lhes uma vida-útil maior e ainda com beleza. Nathalia destacou, por exemplo, o fato de usar um material simples, que não é de joalheria, transformando-o e dando um ar mais nobre. Aliamos a isso a ideia de consumir produtos com os quais criamos relações e vínculos para além dos produtos, que são também formas de consumir com mais consciência.

Diego Pascual
Diego Pascual

As peças serão vendidas na Agatek até o dia 23 de outubro, dia de encerramento da Casacor Ceará. E você também pode entrar em contato com os criadores para encomendar peças ou conhecer mais seu trabalho, nas redes sociais do Objeto Comum.

 

Deixe um comentário