Mecânica: Calibrando os pneus

9
703

Talvez essa nova tag do blog nunca mais tenha outro post. Sou mulherzinha, não sei nada de mecânica, mas  uma coisa eu sei fazer sem ajuda de ninguém: calibrar os pneus.

Sempre fico torcendo pra aparecer algum frentista pra me ajudar. Adio ao máximo a ida ao posto, os pneus quase secos, porque eu sempre tento arranjar uma oportunidade pra dirigir com o Igor ou o meu irmão no carro, e eles, sim, calibrarem meus pneus.

Nada feito. Outro dia, depois de uma semana que percebi que os quatro pneus do carro estavam suuuuuperbaixos, tive de enfrentar o calibrador de um posto de gasolina no caminho para o trabalho.

O look: fui com uma roupa tranquila, para o caso de não aparecer um frentista; jeans escuro, sapatilha confortável, blusa mais compridinha pra não mostrar o cofrinho. E não se vista de maneira muito sexy, porque as bombas às vezes ficam em esquinas ou perto da rua, então não é muito legal ficar sensualizando assim, pra todos os carros que passam.

Produtos Polyvore

Se alguma de vocês precisar qualquer dia desses e não rolar o frentista, não precisa se desesperar. Calibrar os pneus é fácil, e eu vou ensinar aqui (o pouco que sei)!

Passo #1: Conheça o pito

O pneu todo mundo sabe o que é. Mas tá vendo essa figurinha aqui embaixo? A seta aponta para o pito, o local por onde o ar entra. O diabo é que ele tem uma tampinha de rosca que é um saco de abrir, porque ela é IMUNDA!!!!

Eu sempre achei que ela ficasse suja por causa da fumaça dos carros, mas meu pai, dia desses, me disse que é o pó do disco de freio, algo assim (confere, produção?). Então, essaa sujeira é preta e, inevitavelmente, você vai ficar com a mão suja. =(

Passo #2: Ajuste a bomba

Você precisa saber o tamanho do pneu do seu carro. Dependendo disso, você vai até a bomba e ajusta a quantidade de ar que quer colocar. O normal é 28. Claro que os caras mais especialistas vão colocar um pouco mais ou um pouco menos dependendo da carga e da quantidade de pessoas, vai calibrar com libras diferentes os pneus da frente e os de trás, mas, enfim, estamos falando de uma emergência, os pneus quase desembeiçando, e você sendo obrigada a calibrar. Vai no 28 que dá certo.

Passo #3: Calibre os pneus

Você já sabe quanto vai colocar de ar nos pneus. Pegue a mangueirinha (desculpaê, galera, não sei os termos técnicos!) e, elegantemente, se agache do lado de um dos pneus (se cansar, pode escorar um joelho, daí a importância do jeans escuro!). Tire o pito (e fique com a mão preta) e encaixe a mangueira. Se começar a fazer um barulho de ar escapando, aperte a mangueira contra o pito, senão o pneu vai secar ao invés de encher!

Na posição correta, o compressor de ar vai começar a fazer uns barulhos periodicamente, como se fossem fôlegos que ele toma pra encher o pneu (essa é a minha forma de explicar, tá, gente! claro que ele não toma fôlego!). Quando chegar nos 28, ele vai apitar! Aí é só tirar a mangueira e colocar a tampinha no pito. Repita a operação nos outros pneus e PRONTO!