Laris na Flórida – Miami com furacão, South Beach, Beyside Marketplace e Wynwood

2
63

Há alguns dias, tento começar os textos da viagem. Tá difícil organizar as ideias depois dessas férias tão agitadas. Para quem acompanha o Penteadeira no Instagram, já sabe: teve fuga de furacão, mudanças de planos, pé quebrado… Tá tudo lá nos destaques, mas resumo por aqui também.

miami-beach-south-beach-ocean-drive-laris-na-florida-penteadeira-amarela
As “casinhas” dos salva-vidas de South Beach e eu e o igor de @MatiasAtelie

Nossa viagem começou no dia 30 de agosto. Nos dias anteriores, ainda em Fortaleza, a notícia: um furacão iria passar por Bahamas e chegar a Flórida com uma força 4 (o máximo é 5). Já ficamos preocupados e acompanhando as notícias o tempo todo.

Quando chegamos ao hotel em Miami, nos informaram que, por questão de segurança, possivelmente iriam evacuar o local no domingo pela manhã – a previsão de chegada do furacão em Miami seria no domingo à tarde / segunda-feira. Mal chegamos e precisamos tomar decisões: ficamos e arriscamos? E o bate-volta que faríamos em Key West no dia primeiro, no auge do bafafá?

Então, pensamos e fizemos o mais sensato. Cancelamos o passeio em Key West (com o coração na mão, minhas expectativas estavam láaa em cima) e as demais diárias do hotel de Miami (ficaríamos até o dia 3). No sábado, já partiríamos para Orlando, o segundo destino do roteiro original.

Como funciona cancelamento de reservas

Por conta do furacão, os cancelamentos e reembolsos são sempre tranquilos. Algumas reservas eu fiz diretamente com os hoteis, outras foram a Biamar Turismo, agência de um grande amigo, que fez por mim. Em ambos os casos, é só informar que eles já dão entrada no processo e em alguns dias o saldo está disponível no cartão de crédito.

O comportamento pré-furacão

Assim que deixamos tudo no quarto, fomos ao supermercado mais próximo. E foi ali que ficamos um pouco assustados. Prateleiras vazias – principalmente no setor de comida enlatada, cereais etc, quase sem água para comprar (tinha um limite de garrafas por pessoa) e mais nenhuma fruta. Ao mesmo tempo, eles não entram em pânico, só se preparam para o pior. Compramos algumas coisas pra viagem de carro e voltamos para o hotel para descansar.

supermercado-dorian-furacao-aviso-penteadeira-amarela
Aviso do supermercado pré-passagem do furacão Dorian

Um dia em Miami

Ocean Drive, Miami Beach

Acordamos e decidimos ir para Orlando no final da tarde, chegando antes de anoitecer (nessa época, o sol se põe quase 20h!). Fomos direto para Miami Beach e, de novo, mais uma surpresa: a cidade vazia. Até vaga tinha – algo que em todas as minhas pesquisas falavam que era bem difícil! Por conta do Dorian, não estavam cobrando o “zona azul” deles. Num calor de matar, conhecemos o litoral, pisamos na areia e nos encantamos com as clássicas “casinhas” dos salva-vidas.

miami-beach-ocean-drive-laris-na-florida-penteadeira-amarela
Muito amor pelas cores da Ocean Drive!

A avenida Ocean Drive é repleta de prédios legais, em Art Deco, característica marcante da arquitetura de Miami. Lá também abriga a Versace Villa, casa do Gianni Versace, onde foi assassinado na porta. Hoje o prédio é aberto ao público, com um restaurante bem phyno funcionando no seu interior.

versace-villa-ocean-drive-gianni-versace-penteadeira-amarela
Versace Villa, a casa que Gianni Versace morou, virou um restaurante bem phyno

Miami – Bayside Marketplace

Escolhemos o Bayside Marketplace para almoçar. Na beira do mar, é um shopping aberto com lojas e um monte de restaurante, incluindo um Hard Rock Cafe.

miami-beyside-marketplace-penteadeira-amarela
E essa vista do Beyside Marketplace?

Pela música, cardápio e simpatia das pessoas, escolhemos o Brew Ville, com chopps e petiscos. Pedimos bruschetta de abacate e burrata, com salada de rúcula e abacate. Passeamos mais um pouquinho e seguimos para o lugar que eu mais queria conhecer: Wynwood.

brew-ville-miami-beyside-marketplace-penteadeira-amarela
O Brew VIlle é uma boa opção gastronômica do Beyside Marketplace, em Miami

Miami – Wynwood Art District

wynwood-art-district-muros-walls-penteadeira-amarela
é tanta parede linda que dá vontade de fazer um post só sobre Wynwood

A história de Wynwood é bem parecida com muitos bairros de muitas cidades. Antes um local abandonado e desvalorizado, foram os grafites que revitalizaram a área. Hoje, entre as ruas NW 28th St e NW 22th St, ao longo da NW 2nd Ave, é difícil absorver tantas cores, artes, mensagens e ideias. Artistas do mundo inteiro tem seus traços em muros, fachadas de loja e no Wynwood Walls, um museu a céu aberto.

wynwood-art-district-muros-walls-cores--kobra-penteadeira-amarela
Um painel gigante do Kobra, artista brasileiro, está no Wynwood Walls

Um prato cheio para fazer look do dia! hehehe E é claro que eu e o Igor aproveitamos a visita para registrar nossos looks do Matias Ateliê!

wynwood-art-district-muros-walls-cores-penteadeira-amarela
Eu queria os muros de Wynwood todos os dias!

No final da tarde, seguimos para Orlando. E para mais um post!

Confira os outros posts que eu fiz sobre a viagem:
Laris na Flórida – Quebrei o pé na Disney! E agora?
Laris na Flórida: minhas impressões de um Hotel Disney
Laris na Flórida: Disney – O que fazer, comer e não perder no Magic Kingdom
Laris na Flórida – Dicas Disney Springs

2 comentários

Comments are closed.